O Projeto Amor de Patas salva animais em Óbidos

O Projeto Amor de Patas salva animais em Óbidos

O Projeto Amor de Patas surgiu em 2016 com a boa vontade de um grupo apaixonado por cães e gatos, que sensibilizados com a situação dos cães de rua do município de Óbidos, abraçaram o projeto que já salvou muitos animais. Conta com a colaboração de várias pessoas, sendo que uma dessas pessoas é Sheyla Auzier, que coordena o projeto, com quem conversamos, a qual falou sobre o funcionamento do mesmo. Veja a entrevista:

Obidos.Net.Br: Quando surgiu o projeto Amor de Patas em Óbidos e qual o objetivo?

Sheyla: O Projeto Amor de Patas surgiu em maio de 2016, com o objetivo de resgatar cães abandonados, recuperar a saúde deles e colocá-los para adoção.

Obidos.Net.Br: Onde e como funciona o projeto Amor de Patas?

Sheyla: O Projeto tem um abrigo de cães, o Abrigo São Lázaro. Fica no centro da cidade, num terreno doado pelo meu irmão, na verdade, nos fundos da minha casa. Atualmente estamos com 27 cães lá. Esses cães não estão mais disponíveis para adoção devidos o tempo que estão conosco e por alguns serem deficientes. Geralmente as pessoas pedem ajuda para algum animal, a gente resgata, leva para um Pet Shop e de lá já vão direto para o lar da família que os adotou.

Animal recuperado no Abrigo.

Obidos.Net.Br: Quem são as pessoas que fazem parte do o projeto Amor de Patas?

Sheyla: No início tínhamos um grupo grande de voluntários, mas no momento contamos com pouquíssimos, e estes são pra tudo. O grupo de voluntários conta com pessoas de várias idades.

Obidos.Net.Br: Se alguém quiser denunciar os maus tratos em um animal, como fazer?

Sheyla: Na verdade qualquer pessoa pode denunciar, mas geralmente não querem se indispor com ninguém e aí querem jogar a responsabilidade para o projeto. O projeto não tem o poder de punir, o que fazemos é o mesmo que qualquer pessoa pode fazer: denunciar. A denúncia pode ser feita diretamente na delegacia ou no meio ambiente. Há uma exigência de testemunhas, aí pega porque ninguém, por se tratar de um animal, quer se comprometer.

Precisamos fazer valer a lei.

Obidos.Net.Br: Qual o procedimento para adotar um animal que já foi recuperado pelo Projeto?

Sheyla: Prezamos pela ADOÇÃO RESPONSÁVEL. Não se trata de colocar o animal para dormir na sua cama e sim de respeitar o animal e dar a ele o mínimo que precisa: alimentação, vacina, vermífugo, banho, um local para se abrigar do sol e chuva, dar carinho e o mais importante: não deixá-lo voltar para a rua.

As pessoas que se mostram interessadas, fazemos algumas perguntas, investigamos para ter a certeza que o animal não vai ser maltratado. E ainda assim, já aconteceu de doarmos e com uma semana o animal estar na rua novamente.


Animal recuperado no Abrigo.

Obidos.Net.Br: Se uma pessoa ou empresa quiser ajudar/contribuir com o projeto Amor de Patas,  como fazer?

Sheyla: As pessoas nos procuram, ou seja, procuram os voluntários, porque ainda não temos CNPJ, não temos conta no banco. Aí, se confiarem, depositam em nossas contas ou fazem doação de ração, material de limpeza, enfim, das coisas que usamos no abrigo.

Sempre convidamos para fazer uma visita ao abrigo justamente para que os colaboradores vejam como os animais são tratados e onde está sendo empregado o dinheiro doado ou arrecadado nos nossos eventos.

Obidos.Net.Br: Outras  informações que achar necessárias!

Sheyla: Temos uma despesa alta com ração, medicamentos, pagamento do  cuidador, material de limpeza, vacinas, contas nos pets, enfim, e nos mantemos com a ajuda de alguns amigos colaboradores e dos nossos vários eventos (são muitos porque são eventos pequenos que rendem pouco lucro).

Por isso, quem quiser e puder ajudar, nos procurem, as nossas crianças agradecem.


Animal recuperado no Abrigo.

Obidos.Net.Br:  Suas considerações Finais!

Sheyla: Um animal não é um objeto que você enjoou e joga fora ou dá para outra pessoa. Um animal tem sentimentos, e apesar de ser maltratado, ele gosta do dono. Na verdade o animal é uma eterna criança, sempre espera o melhor de nós.

Quando pensar em adotar um cão ou gato analise primeiro sua casa se tem espaço pra ele, se você tem condições de dar o que ele precisa, se alguém na sua casa tem alergia e se você tem paciência para as travessas e energias dele.

Adote um animal, mas adote com responsabilidade.

SERVIÇOS:

Quem quiser contribuir ou receber mais informações do Projeto, enviar mensagem para o E-MAil: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Por João Canto

FOTOS....

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar