Haroldo Figueira.  Chegou dezembro. A paisagem urbana já mudou de aparência.  Luzes e cores ornam edifícios, residências, estabelecimentos comerciais, ruas e praças. Shoppings centers ...

Haroldo Figueira. Há quem critique o saudosismo, por vê-lo como um sentimento antiquado, já que voltado para as coisas que passaram. Estaria enquadrado, por assim dizer, na linha do jocoso dito ...

HÉLCIO AMARAL.  A Amazônia, que pela fertilidade de seus visitantes tornou-se um paraíso lendário, acabou por esconder algumas verdades e por isto merecem explicações  a fim de que  possa ...

Haroldo Figueira.  Dias atrás, vi postada no facebook do site Chupaosso (www.facebook.com/sitechupaosso) a foto de um segmento da Rua Marcos Rodrigues de Souza, vulgarmente conhecido como Ladeira ...

HÉLCIO AMARAL. Conta a história que no ano de 1695, o português Manoel da Mota Siqueira, por concessão do governo da colônia, recebeu a incumbência de construir duas fortalezas no médio ...

Dino Priante.  Sem duvida esse é um dos logradouros municipais mais bonitos do Pará. Projeto do arquiteto Dr. José Sidrin. A pedra fundamental deu-se em 04 de novembro de 1925, tinha como mestre ...

Fernando Canto. Há alguns anos ministrei palestra para uma turma de Sociologia do Ceap sobre “Cultura e Poder”, enfocando aspectos da Festa de São Tiago de Mazagão Velho (cavalhada que ...

Dino Priante.   O Paraense e o Mariano são os grandes rivais do futebol obidense, com certeza até hoje posso afirmar isso, apesar de estar longe e não acompanhar o futebol de minha ...

Dino Priante . Fui inspirado, a escrever sobre O Bar Andrade, numa dessas manhãs (5 horas), caminhando com um amigo ao redor do Museu Emilio Goeldi, que era contador de uma grande firma obidense, e ...

RÔMULO VIANA. “Escrever é um ócio muito trabalhoso”. Afirmou, certa vez, Goethe. Talvez, não para todos. Uns, na primeira tentativa, conseguem preencher as linhas brancas da folha de papel. ...

Haroldo Figueira. Tenho com o Rio Amazonas uma relação de proximidade muito grande. Mais que isso, um forte vínculo afetivo, a ponto de sua lembrança me acompanhar onde quer que eu esteja. Nasci ...

Dino Priante.  Em 1854, Óbidos passou a denominação de Cidade. Até essa época a maioria de habitantes estrangeiros deveriam ser de Portugueses. No final no século XIX principio do século XX ...

Dino Priante.  Sou de uma época que quase não havia meio de transporte urbano em nossa cidade, os carros de bois transitavam pelas ruas de terra, e algumas pessoas, principalmente os colonos, ...
Load More