SEMAB apresenta o projeto Hortas nas Escolas de Óbidos

SEMAB apresenta o projeto Hortas nas Escolas de Óbidos

A horta escolar é uma estratégia que visa estimular o consumo de hortaliças, tendo a possibilidade de promover a reeducação alimentar das crianças.

Os alunos da rede municipal de ensino de Óbidos, no oeste do Pará, serão contemplados nos próximos meses com a retomada do projeto “Horta nas Escolas”. A iniciativa é promovida pela Prefeitura de Óbidos, por intermédio das secretarias municipais de Desenvolvimento Rural e Abastecimento (SEMAB), Educação (SEMED), e Meio Ambiente (SEMMA).

A retomada das hortas nas escolas foi pauta de uma reunião realizada na noite de terça-feira (13), no auditório da Casa da Cultura, entre os diretores dos educandários da cidade, e representante das três secretarias envolvidas na iniciativa.

O desenvolvimento do projeto possibilitará a prática de diversas atividades pedagógicas em educação ambiental e alimentar, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem como uma alternativa de dinamizar o currículo escolar, permitindo a ação de trabalho coletivo entre os alunos e funcionários das instituições envolvidas.

O projeto visa incentivar a segurança alimentar, utilizando os espaços das escolas como ferramenta pedagógica, despertando o senso de conservação ambiental nos alunos. “Na verdade estamos reativando esse projeto que inclusive ainda existe em algumas das nossas escolas. O que nós estamos buscando hoje nessa reunião é o envolvimento dos setor pedagógico da SEMED e das escolas, que contarão com o apoio dos nossos técnicos para realizarem a construção, reconstrução se for o caso, e manutenção das hortas”, explicou Celson Rodrigues, secretário de desenvolvimento rural e abastecimento.

Novas reuniões entre o setor pedagógico da secretaria de educação e as direções das escolas, irão determinar quando deverá ser iniciada a implantação da horta em cada um dos 16 educandários da cidade. “Nós precisamos nos mobilizar ao entorno desse projeto, e essa mobilização deve envolver todos, secretarias, diretores, coordenações pedagógicas, conselhos escolares, alunos, enfim... toda a comunidade escolar. Temos bons exemplo desse projeto, temos até escolas que já lucraram com os seus canteiros, além de melhorarem a qualidade dos alimentos que são servidos para os alunos. Em breve estaremos dando o ponta pé inicial dessa retomada do horta nas escolas”, disse Ananilva Pereira.

O processo de implantação conta com a utilização de materiais recicláveis. As atividades de preparação da área e construção dos canteiros das sementeiras serão orientadas pela equipe técnica da SEMAB, que prestará assistência técnica periódica, para fornecer as instruções práticas para o cuidado diário da horta.

A implantação será realizada por alunos juntamente com os professores e técnicos. Para isso serão utilizados materiais de jardinagem e técnicas de horticultura. Os tratos culturais e adubação, que serão empregados serão pautados em bases agroecológicas, ou seja, utilizando métodos naturais de proteção das hortaliças cultivadas.

Para a manutenção dos canteiros e práticas dos tratos culturais, serão formados grupos de trabalho de acordo com as turmas, que dividirão as tarefas, para executarem durante a semana, sendo realizado o manejo diário. Durante a fase inicial o acompanhamento técnico será semanal, após a fase de implantação o acompanhamento dos técnicos da SEMAB será realizado a cada 15 dias.

FONTE:  ASCOM/PMO

Por: Érique Figueirêdo –Fotos: Mauro Pantoja

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS