Comunidades do Muratubinha recebem visita da Defesa Civil e vice-prefeito de Óbidos

Comunidades do Muratubinha recebem visita da Defesa Civil e vice-prefeito de Óbidos

Moradores receberam orientações da Defesa Civil sobre medidas preventivas para evitar desastres no período da enchente do rio. Vice-prefeito acompanhou os trabalhos e ouviu os apelos dos comunitários.

Moradores das comunidades Muratuba Grande e Muratubinha, localizadas na região da costa de cima, município de Óbidos, no oeste do Pará, receberam orientação - por meio de palestras - dos agentes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, sobre como acionar o órgão diante de uma situação de emergência.

A ação iniciada no mês passado, visa conscientizar os ribeirinhos de quando e como a Defesa Civil pode ser acionada. A intenção do órgão é orientar essas populações quanto a importância do trabalho preventivo junto às comunidades afetadas pelas grandes enchentes.

Para auxiliar no trabalho de orientação, um panfleto com informações sobre as atribuições da Defesa Civil, produzido pelo órgão em parceria com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Óbidos, foi distribuído entre os comunitários. “Nós estamos fazendo o monitoramento diário da enchente, e é importante informar que atingimos uma cota alerta. Se compararmos com 2009 que foi o ano em que houve uma das maiores enchentes registradas nessa região, nós estamos apenas com 50 centímetros abaixo da média daquele ano. Nós ainda temos três meses de enchente. Em virtude disso estamos realizando esse trabalho de prevenção com a nossa população ribeirinha que é primordial para evitarmos problemas de maior proporção”, explicou Ary Franco, coordenador da Defesa Civil.

O trabalho de conscientização é realizado em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), que são os responsáveis por manter a Defesa Civil informada sobre a situação de cada localidade. “A forma como essa parceria está sendo feita é muito boa para a comunidade. Ter um representante da Defesa Civil reunido com os moradores, explicando como o trabalho é feito, valoriza o nosso trabalho aqui, e deixa claro qual é o nosso papel diante de uma situação de risco”, disse Moisés Soares, agente de saúde a 26 anos na comunidade Muratuba Grande, localizada na fronteira com o município de Juruti.

Os encontros serviram também, para troca de experiências. Através dos relatos de dificuldades enfrentadas pelos comunitários em enchentes passadas,  foi possível adaptar o plano de ação para cada localidade, levando em consideração a realidade vivida por cada morador. “Nós também vamos aprendendo como atuar, conforme essas informações repassadas pelos moradores que nos mostram como devemos atuar”, enfatizou o coordenador da Defesa Civil.

Demandas

O vice-prefeito, Isomar Barros, acompanhou as visitas. O momento serviu para os moradores reivindicarem melhorias para as comunidades. O representante do Executivo conheceu de perto os problemas enfrentados, principalmente nas áreas de saúde e educação. “Sem dúvida é muito positivo esse contato com as comunidades. Essa sempre foi, e será a nossa proposta de governo. Vimos problemas que precisam de intervenção urgente, e vamos levar essas solicitações para discutir com os setores competentes. Não queremos só ouvir os nossos ribeirinhos, mas também, dar uma resposta para esses problemas”, finalizou Isomar Barros.

FONTE: Ascom/PMO 

Por: Érique Figueirêdo

Fotos: Mauro Pantoja

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS