Evento de entrega do Troféu Índio Pauxi é realizado em Manaus

Evento de entrega do Troféu Índio Pauxi é realizado em Manaus

Aconteceu neste sábado, dia 15 setembro, a festa para entrega do XV-Troféu Índio Pauxi-2018, no Toscana Festas, em Manaus.  Na oportunidade, foram homenageados obidenses que se destacaram nas mais diversas atividades e áreas de conhecimento.

O objetivo do Troféu Índio Pauxi, segundo o regulamento “é premiar anualmente obidenses ou entidades que mais se destacaram, prestando relevantes serviços à comunidade obidense nas mais diversas áreas, na expressão de agradecimento e aplausos de toda a nossa terra, por seu profissionalismo e comportamento de cidadão exemplar em prol do ser humano e dos obidenses em particular.”

Durante o evento foi realizado a lançamento o Livro  da Profa. Marilene Aquino , “No Tempo das Freiras – História, memória e educação em Óbidos”, que conta suas reminiscência de infância que, em grande parte, vivida na Escola São José, fundado em 1911 para atender, exclusivamente, a educação feminina.

Outro livro que foi lançado na ocasião foi: “O Guardador de Memórias - Fragmentos históricos da Amazónia”, de Hélcio Amaral, no qual o escritor enfatiza a influencia do fenômeno da enchente e vazante, e discorre sobre a descida do rio Amazonas – dos Andes até sua foz – ainda no século XVI, feita por Francisco Orellana, entre outras história da região do Baixo Amazonas. 

Os agraciados foram escolhidos por uma comissão composta por empresários obidenses que residem em Manaus, membros Associação dos Obidenses Residentes em Manaus, organizado por Paulo Onofre, sendo que os agraciados com o Troféu Índio Pauxi foram os seguintes:

- Ariosto Dias (Odontólogo); o empresário e agitador cultural, Renato Brandão;  o jovem artista plástico Arinaldo Gomes Paiva – Ricolla; Gustavo Hamoy, contador e empresário; a professora e escritora Marilene Castro de Barros; Francisco Di Paula, músico; Wander de Andrade, compositor e artista amazônico da cidade de Óbidos; a professora Elza do Carmo Barbosa Lira; Hélcio Amaral, historiador “obidense, juritiense e santareno”; Dr. Otávio Albuquerque, Juiz de Direito em Belém; Professora Jacira Leão Pereira; o empresário do ramo de navegação Reginaldo do Amoedo do Amaral (Gico), Ex-prefeito do Curuá José Antônio Fausto da Silva, conhecido pelos amigos com Zé Preto, a Sra. Emília Vieira do Amaral, formada em Geografia e gerente proprietária dos F/Bs Princesas de Óbidos e Varlene Matos, há mais de (30) anos, é a maior divulgadora da culinária paraense na capital do Brasil, entre outros obidenses.

A pessoa ou entidade agraciada com o Troféu, como reconhecimento, recebereram um Diploma de Mérito e uma estatueta de madeira, simbolizando o Índio Pauxi, significando o valor de quem trabalha com ideal e denodo, por uma sociedade mais próspera e mais justa.

Assim, os organizadores do evento, tendo a frente o obidense Paulo Onofre, se empenham em organizar a festa e escolher os obidenses que receberam o Troféu, os quais muitas vezes, migraram para Manaus, Belém, Santarém ou outras cidades, enfrentando vários percalços, vivendo longe de suas famílias e mesmo assim venceram todos os obstáculos e importante destacar: não esqueceram suas raízes.

www.obidos.net.br – Fotos de Maísa Albuquerque

FOTOS....

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS