Projeto Auto do Boi Bumbá visa revitalizar folguedo em Óbidos

Projeto Auto do Boi Bumbá visa revitalizar folguedo em Óbidos

Em Óbidos, nas décadas de 60 e 70, era comum nas noites de junho, ouvir ao longe o rufar de um tambor, embalando os Cordões de Bois Bumbás, que alegravam a vida dos obidenses.

Os bois mais famosos que passaram pelas noites juninas de Óbidos, nessa época, eram os bois “Pintadinho” e “Pai do Campo”, que por muitos anos foram comandados por “Antonico Pé de Arpão” e “Três Alma”, os quais organizavam os cordões no Bairro da Prainha e saiam pelas ruas de Óbidos levando alegria para a população, nunca esquecendo a rivalidade existente entre os Bumbás.

Segundo historiadores, o Boi Bumbá de Óbidos data, nos recortes informativos, desde o ano de 1854. Segundo Eduardo Dias, vários fatores contribuíram para que os Bois Bumbás obidenses parassem de se apresentar, como exemplo, aponta a morte de seus antigos donos, e, por conseguinte a não continuidade pelos participantes ao folguedo.

Em 2005, Jorge Ary Ferreira, Cleonice Barros (in memorian) e um grupo de amigos se reuniram com o objetivo de resgatar as toadas e o cordão de bois que há anos estavam esquecidos. Conseguiram, não só, resgatar as toadas, como também, colocar o Boi na rua, com o nome de “Boi Flor do Campo”, o qual se apresentou no Festival Folclórico de Óbidos, nos anos de 2005 e 2006. As toadas foram todas baseadas no conhecimento de quem dançou ou participou em um dos bois citados.

Desde então, o folguedo dos Bois Bumbás obidenses adormeceram novamente, então, surge o Projeto do agitador cultural, Eduardo Dias, denominado “Auto do Boi Bumbá”, que tem como objetivo revitalizar e colocar novamente os Bois Bumbás para se apresentarem pelas ruas de Óbidos.

Nesse sentido, segundo Eduardo Dias, o Deputado Federal Edmilson Rodrigues, PSOL, Belém, aprovou uma emenda parlamentar para revitalizar o Auto do Boi Bumbá em Óbidos. O projeto tem a chancela da Ufopa, através do Prof. Dr. Itamar Paulino, em parceria com a ACOB - Associação Cultural obidense, com a coordenação do artista, compositor e pesquisador, agitador de cultura, Eduardo Dias, especialista em gestão cultural.

Prof. Itamar e Eduardo Dias

Conversamos com Eduardo Dias o qual comentou que ele será o Coordenador do Projeto de revitalização do Boi Bumbá em Óbidos, sendo que o Prof. Itamar será o representante da UFOPA no projeto. Eduardo informou também que está fazendo parceria com a ACOB, onde serão realizados os ensaios e as oficinas.

Referente às Oficinas, Eduardo comentou que estão programadas as seguintes: Oficina de instrumentos de precursão, Oficina de contação de história do Boi, Oficina de composição de músicas do Boi, entre outras oficinas, com objetivo de propiciar uma melhoria nas apresentações. “A ideia é trazer Ronaldo Silva do Boi Pavulagem de Belém, Pedro Ribeiro de Parintins, que foi Secretário de Cultura e trabalha com Bois. Também vamos trazer artesãos para confeccionar o Boi”,  informou Eduardo.

“O Projeto é um desafio pra tentar revitalizar o Boi Bumbá obidense, pode ser que saia um, possa ser que saiam dois. Nossa ideia é fazer um encerramento com a apresentação dos Bois Bumbás”, comentou Eduardo Dias.

Por João Canto

www.obidos.net.br

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS