Produção da Farinha de Mandioca na comunidade Baleado, em Óbidos

Produção da Farinha de Mandioca na comunidade Baleado, em Óbidos

A produção de farinha de Mandioca está presente nos 144 municípios do Pará e serve, basicamente, para a subsistência. Uma cadeia produtiva que vai do plantio da mandioca, a fabricação da farinha, a comercialização, envolve uma boa parcela da população rural desses municípios. São agricultores, atravessadores e comerciantes, que juntos movimentam cerca de R$ 1 bilhão na economia local por ano, segundo a Conab.

Segundo a Emater, a região Norte é a maior produtora de mandioca do Brasil, e o Pará responde por 70% dessa produção. Sendo a principal atividade da agricultura familiar gera cerca de 250 mil postos de trabalho no Estado somente nos processos produtivo e de beneficiamento da mandioca, tornando-se o setor de maior ocupação do meio rural paraense, contribuindo significativamente para a geração de renda e permanência do trabalhador no campo.

Além das 50 mil casas da farinha espalhadas pelo Estado do Pará, segundo Emater, a mandioca já é processada também em pequenas agroindústrias, onde o beneficiamento é feito com maquinário específico e de maneira mais ágil. No método tradicional, o processo dura cerca de cinco dias, da colheita até a embalagem do produto.

Na comunidade Baleado, em Óbidos, registramos algumas imagens da casa de farinha da família do Sr. Jorge Luiz Pontes, que atualmente produz 30 sacos (50kg) de farinha por semana, 120 sacos por mês. Segundo o Sr. Jorge, cada saco de farinha é vendido em média por R$ 200,00 (Duzentos reais). 

A casa de farinha do Sr. Jorge envolve sua família, sendo que ao todo, 05 famílias são beneficiadas com a produção de farinha, fonte de sustento e geração de renda da comunidade.

Processo de fabricação de Farinha

O processo de transformação da raiz da mandioca em farinha de mandioca, segundo os autores do artigo: “Processo de fabricação de farinha de mandioca seca”, de Viletti, Rafaela e outros, é composto por diversas etapas:  (1) Recepção da Mandioca; (2) Lavagem; (3) Ralação; (4) Prensagem; (5) Esfarelamento; (6) Peneiramento; (7) Escaldamento; (8) Torrefação; (9) Resfriamento; (10) Embalagem; (11) Rotulagem e (12) Armazenamento.

Característica da Farinha

Segundo Schwengber(2005), a farinha caracteriza-se num alimento de alto valor energético, possui teor elevado de amido, contém fibras e alguns minerais como, potássio, cálcio, fósforo, sódio, ferro e com grande variação quanto à cor, textura granulométrica, acidez, apresentando problemas, com grande diversidade de tipos, pela falta de padronização.

www.obidos.net.br – Fotos de Vander N Andrade

FOTOS...

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS