Semas faz a maior apreensão de madeira do ano em ação conjunta com órgãos federais

Semas faz a maior apreensão de madeira do ano em ação conjunta com órgãos federais

Oito madeireiras ilegais foram fechadas e 3.453 metros cúbicos de madeira em tora foram apreendidos durante a Operação Embaúba, realizada de forma conjunta pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Federal, Exército e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Esta é a maior apreensão de madeira realizada pela Semas este ano, até o momento. Com essa quantidade de madeira daria para encher 164 caminhões carregados com as toras. A equipe da Semas foi composta pelos Fiscais da Assessoria Especial de Inteligência e Segurança Corporativa (AISC).

A Operação Embaúba foi deflagrada no dia 24 de setembro para fiscalizar denúncias de que madeireiras irregulares estariam atuando no município de Nova Esperança do Piriá, localizado na região nordeste do Pará, a 285 quilômetros de Belém. As madeireiras são apontadas pela Polícia Federal como responsáveis pela extração ilegal de madeira da Terra Indígena do Alto Rio Guamá. Parte do território da terra indígena fica nos limites de Nova Esperança do Piriá.

Após duas semanas em campo, a equipe da Semas divulgou o balanço da operação. A ação faz parte da operação Verde Brasil II, coordenada pelo Ministério da Defesa para prevenir e reprimir delitos ambientais dentro da área da Amazônia Legal. O Governo Federal deflagrou a Operação para combater o desmatamento e o garimpo ilegal, autorizando o emprego das Forças Armadas com decretação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal.

Durante a Operação Embaúba, foram lavrados 16 termos de apreensão e de depósito para maquinários e madeiras em tora apreendidos. Também foi emitido um auto de infração com a qualificação do responsável. A operação também apreendeu maquinários de processamento e serragem de madeira, além de dois tratores e duas carretas.

Ao todo, 3.453 metros cúbicos de madeira em tora foram apreendidos pela equipe da Semas. Essa madeira está em posse da prefeitura de Capitão Poço, identificada como fiel depositária da madeira em tora e dos maquinários apreendidos na operação.

Segundo o Coordenador da Assessoria Especial de Inteligência e Segurança Corporativa (AISC) da Semas e delegado de policia civil, Victor Manfrini, a apreensão foi resultado de um minucioso trabalho de planejamento realizado pela Secretaria: “Nós cruzamos informações da Polícia Federal, Exército e aqui da Semas para fazer um mapeamento dos locais, nos quais as equipes fariam esses flagrantes de crimes ambientais. Depois montamos a estratégia de ação integrada, que nos rendeu a maior apreensão em quantidade de madeira ilegal deste ano, até agora”, ressalta o coordenador.

FONTE: Agência Pará

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS