PAINEL  13: Sobrado Característico do Século XIX  - Casa Canto

PAINEL  13: Sobrado Característico do Século XIX  - Casa Canto

Prédio construído no inicio do século XX, pelo Sr. Januário Florêncio Figueiredo, com a finalidade de nele fixar residência e ao mesmo tempo, estabelecer comercio.

O Sr. Figueiredo, casado com a D. Cezarina, filha do Conde Sabatini, da Itália, como seus irmãos, foi grande pecuarista em Óbidos, onde era proprietário da fazenda “Curralinho”, além de possuir também um seringal no Rio Juruá no Estado do Amazonas.

Esta casa ficou conhecida na cidade, pelas varias tertúlias nela realizadas, onde suas filhas tocavam bandolim e piano, e outras pessoas lembravam o costume da velha Europa.

Uma das filhas do Sr. Januário, por nome Juventina, casou com o farmacêutico italiano Francisco Filizzola e fez muitos levantamentos e pesquisas sobre os produtos naturais da região, como mel de abelha, a banha da tartaruga e ervas indígenas, formando um acervo riquíssimo na região que posteriormente foi utilizado por sua filha Izabel Filizzola.

Após a aposentadoria de Izabel Filizzola, foi criado em 1967 na Rua Deodoro de Mendonça, 319 (São Braz), Belém – Pará, uma das mais importantes fábricas de cosméticos, a “Fabrica Juruá”, cuja produção continua a ser artesanal, conforme o desejo de D. Izabel, produção esta, feita por suas filhas, que resistem as propostas das multinacionais de produção em grande escala.

O prédio assobradado da hoje Rua Deputado Raimundo Chaves, foi comprado em 1980, pelo fazendeiro e comerciante Alberto Guimarães Canto, que reside na parte superior com sua família e na parte térrea mantém comércio de autopeças, denominado “Casa Canto”.

FONTE: Museu Integrado de Óbidos

www.obidos.net.br

 Fotos...

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS