Quilombo de Água Fria, em Oriximiná, passa a ter internet 24

Quilombo de Água Fria, em Oriximiná, passa a ter internet 24

A construção do Plano de Vida no quilombo de Água fria foi realizado no mês de outubro de 2017 e a entrega do kit de energia solar marca a consolidação de uma das demandas apresentadas pela comunidade

Definir metas para estabelecer melhoria da qualidade de vida dentro de um território, este é apenas um dos objetivos do Plano de Vida, uma ferramenta colaborativa construída a partir das demandas da comunidade que visam o desenvolvimento territorial sustentável de forma integrada e que na tarde deste sábado, 05 de maio, foi concretizado na temática fortalecimento institucional, com a entrega de um kit de energia solar, adquirido após a demanda apresentada pela comunidade durante a construção do seu Plano de Vida, concluído no final de outubro de 2017.

A entrega do kit de energia solar foi realizada pelo Programa Territórios Sustentáveis, no Eixo Quilombola, em parceria com a Arqmo, a Associação das comunidades Remanescentes de Quilombo de Oriximiná. “A entrega representa um sonho, uma melhoria na qualidade de vida pela comunicação da comunidade com o mundo. A internet antes era coisa de rico e hoje aqui no quilombo a gente consegue o acesso e a esperança é que logo seja realidade nas outras associações”, enfatizou Claudinete Colé, presidente da Arqmo que acompanha a construção do Plano de vida nas sete associações que aderiram à iniciativa.

Para a ACRQAF a implantação do kit de energia solar sinaliza a chegada de um novo tempo uma vez que a comunidade passará a ter acesso à internet 24h, uma ferramenta indispensável para a comunicação da comunidade que antes era realizada somente quando era ligado o gerador de energia da comunidade. “A chegada da placa de energia solar é algo muito importante, antes a gente ficava na indecisão se teria como ligar o gerador, a gente gastava em média até 5 litros de diesel para não deixar descarregar, e agora com a placa a gente acredita que vai ter energia de qualidade e também economia financeira”, declarou a coordenadora administrativo da ACRQAF Sebastiana Carmo.

A facilitação da comunicação das associações de base com as Instituições públicas e privadas por meio de antenas de internet nos oito territórios quilombolas de Oriximiná faz parte das ações do Eixo Quilombola. “Em abril de 2017 nós iniciamos a implantação das antenas de internet nos oito territórios, sendo que nas instalações na época foi reivindicado pelas associações o Kit de energia solar para que eles tivessem acesso 24 h. Essa é uma conquista da comunidade de Água Fria que surgiu dentro do Plano de Vida, é uma demanda das outras associações também e faz parte da temática do fortalecimento institucional”, Frisou Hildeberto Lages, consultor do Territórios Sustentáveis.

No Eixo Quilombola as ações seguem com o trabalho de levantamento socioeconômico com uso do ODK (Open Data Kit), com o Programa Novas Tecnologias e Comunidades Tradicionais, em parceria com a Google Earth Outreach e Usaid, Mapeamento Cultural e de uso do Território (Plataforma Google Earth), fortalecimento institucional por meio de capacitações das associações que representam os territórios, oficinas em comunicação e tecnologia voltadas aos jovens quilombolas.

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa que visa contribuir para a construção de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável nos municípios de Faro, Terra Santa, Oriximiná nos eixos Gestão Pública, Gestão Ambiental, Desenvolvimento Econômico, Capital Social e Quilombola. O programa terá duração de quinze anos e é fruto da gestão integrada na Amazônia de três organizações sociais, Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte.

Fonte: Martha Costa – Assessora de Comunicação da Ecam

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS