AOS OLHOS SEMIMORTOS

AOS OLHOS SEMIMORTOS

AOS OLHOS SEMIMORTOS

Tristonhos olhos...

Aqueles olhos que lhe pareceram semimortos.

Eram tímidos

Pareciam carregar em sim certo quê de não sei o que,

Que os faziam rígidos as inconstâncias do momento.

Mas vez ou outra acompanhavam a contração física do rosto.

Eram de vida e morte.

Aliás, diziam que o corpo acompanhava toda a fisionomia do semblante.

Assim, era de toda reflexo do próprio olhar…

Certa vez, fitou-a seriamente.

Encante!

Penetrou, singularmente, na anatomia poética daqueles olhos...

Não queria. Sim, não queria.

Mas como encante (sempre a revelia do ser encantado),

Passou a imaginar aqueles olhos em tudo que via...

Por Rômulo Viana

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS