Cerimônia marca o início das atividades de Projeto de Formação José Cornélio, em Óbidos

Cerimônia marca o início das atividades de Projeto de Formação José Cornélio, em Óbidos

O Projeto de Formação José Cornélio dos Santos, que atua no ensino técnico profissionalizante em Óbidos, oeste do Pará, teve suas atividades iniciadas oficialmente durante cerimônia de acolhida aos usuários, realizada no final da tarde de sexta-feira (02), na sede da entidade localizada na Rua Justo Chermont, bairro de Santa Terezinha.

O evento contou com a participação do prefeito de Óbidos, Chico Alfaia; da coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Jéssica Araújo, além de representantes do Conselho Tutelar, Secretaria de Assistência Social e entidades ligadas a rede pública de proteção de crianças e adolescentes.

A programação de boas-vindas contou com a apresentação do novo corpo administrativo do projeto, e dos 30 usuários que passarão pelo programa de formação profissional inicial e continuado que entre outros objetivos, visa atender jovens vulnerabilizados pela pobreza e exclusão social. 

Os usuários receberão aulas de marcenaria com aperfeiçoamento de técnicas durante três dias da semana, no restante dos dias, participarão de aulas de educação física e formação em outras áreas, por meio de minicursos voltados para a geração de renda familiar.

O projeto que é realizado em parceria com a Mineração Rio do Norte (MRN) dispõe ainda de atendimentos com psicológicos, advogados e assistentes sociais, além de acompanhamento pedagógico, com foco para atuação dentro e fora do projeto.

Os pais e responsáveis dos usuários também participarão de cursos, e têm a responsabilidade de estarem presentes nas reuniões que serão realizadas a cada dois meses, além do compromisso de se envolverem nas atividades de forma voluntária.

“Como nossos usuários estão em processo de medida socioeducativa, nosso objetivo e formar e tornar essas pessoas aptas para ingressarem no mercado de trabalho. Há toda uma estrutura para acompanhamento com psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e auxiliares sociais que acompanharão diariamente as atividades. É importante ressaltar que teremos em 2018 um número maior de mulheres, o que é inédito no projeto”, disse a coordenadora do Creas, Jéssica Belém de Araújo.

Entre os exemplos de superação e dedicação ao projeto, o ex-usuário Willian Vieira Feitosa – que há dois anos ingressou no José Cornélio - continuará a frequentar as atividades, dessa vez como auxiliar de instrutor, após ser considerado o aluno destaque das atividades. “Me sinto muito feliz em permanecer aqui, ainda mais agora como auxiliar. A Minha vontade é que outros jovens aproveitem essa oportunidade e consigam superar seus desafios”.

O projeto que é referência no fortalecimento de vínculos, é também umas das grandes referências do governo municipal de política de assistência às classes menos favorecidas. Por isso recebe grande atenção da gestão. “É um programa que faz parte dessa rede de proteção. Mas, principalmente agora como uma nova ênfase, pensando no empreendedorismo. Temos certeza de que esses jovens que estão sendo acolhidos hoje, darão bons frutos e por isso este projeto recebe nossa atenção e dedicação”, lembrou o prefeito Chico Alfaia.

Os novos alunos iniciaram as atividades nesta segunda-feira (5). Divididas em dois turnos, as turmas formadas por 15 alunos cada, passarão inicialmente por um período de adaptação para que posteriormente os usuários comecem a receber as aulas práticas de marcenaria.

Fonte: Ascom/PMO

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS